Sim! Um projeto de Arquitetura influencia diretamente na saúde dos moradores de uma casa, dos usuários de um escritório, dos pacientes de uma clínica, etc.

Muito da responsabilidade pela salubridade dos ambientes onde vivemos está com os arquitetos: aspectos como iluminação e ventilação naturais são fatores de peso em qualquer projeto de arquitetura. Além disso, arquitetos também são responsáveis pelas formas com as quais a Arquitetura afeta nossa relação com o meio ambiente, o que é um assunto ainda mais complexo.

Para começar a entender a importância de tudo isso, este artigo apresenta a VENTILAÇÃO NATURAL e as consequências de sua falta na nossa saúde.

Ventilação Natural

Os principais objetivos da ventilação natural são a renovação do ar (reduzir concentração de gás carbônico) e a remoção do ar quente (melhorar o conforto térmico).

Na NBR 16401 – Parte 3, estipula-se a vazão mínima de ar exterior para promover a renovação do ar de um ambiente, o que mantém a “concentração dos poluentes no ar em nível aceitável” e depende do tipo de ambiente e quantidade de pessoas nele ¹.

Entretanto, o que a NBR estipula, é para o mínimo de salubridade do ambiente na questão de poluentes. O ideal para se ter conforto/remoção do ar quente é ter mais do que isso e, quando possível, utilizar recursos de VENTILAÇÃO CRUZADA, o que se consegue com um bom projeto de Arquitetura.

Renovação do ar em ambientes climatizados

Você sabia que a maioria dos aparelhos de ar condicionado não renova o ar?

Exato: aquele ar que está entrando pelo seu split não está vindo de fora. É ar do seu próprio ambiente, com todo o gás carbônico que você já exalou. Isso significa que sistemas do tipo split requerem equipamentos adicionais para renovação do ar!²

É por isso que o ar às vezes parece tão pesado em escritórios ou até mesmo em consultórios médicos.

Isto configura mais uma patologia de projeto mal pensado que vai influenciar na sua saúde, pela falta de oxigenação adequada no seu corpo, reduzindo seu bem-estar, sua produtividade no trabalho e trazendo sensação de cansaço.

Mais Problemas
O mofo é decorrente de umidade, que pode ser resultante de falta de iluminação e ventilação, e/ou de patologias construtivas causadas por problemas de execução da obra. O mofo pode causar reações alérgicas, o que é comum e pode acontecer até mesmo com quem não tem alergia a mofo³.

Além disso, temos ainda os COVs (Compostos Orgânicos Voláteis), que são gases emitidos por certos líquidos ou sólidos (cheiro de tinta, verniz, produtos de limpeza, etc.). Os COVs podem criar problemas de saúde, desde dores de cabeça, danos no sistema nervoso central, até câncer. 4

Portanto, sempre que for construir, contrate um arquiteto. As consequências da falta de um arquiteto na sua obra podem ser diversas, desde o aspecto geral estético da construção até sua saúde, conforto e bem-estar.

Referências:

  1. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 16401-3: instalações de ar condicionado – sistemas centrais e unitários – parte 3 – qualidade do ar interior. Rio de Janeiro, 2008. 28 p.
  2. Engenharia e Arquitetura. Sistemas do tipo Split requerem equipamentos adicionais para renovação: qualidade do ambiente interno. Disponível em: http://www.engenhariaearquitetura.com.br/2017/12/sistemas-do-tipo-split-requerem-equipamentos-adicionais-para-renovacao. Acesso em: 05 jun. 2019.
  3. UNITED STATES ENVIRONMENTAL PROTECTION AGENCY. Mold and health: how do molds affect people? Asthma and mold. Disponível em: https://www.epa.gov/mold/mold-and-health. Acesso em: 05 jun. 2019.
  4. UNITED STATES ENVIRONMENTAL PROTECTION AGENCY. Volatile organic compounds’ impact on indoor air quality. Disponível em: https://www.epa.gov/indoor-air-quality-iaq/volatile-organic-compounds-impact-indoor-air-quality. Acesso em: 05 jun. 2019.